TAG 10 – Senhora Senhora

TAG 10

Tag 10 – Senhora Senhora

Olá, como estão? Estou um pouco cansada! Dezembro começou ontem e já é dia 08. Céus! O tempo não para, já dizia nosso saudoso Cazuza.

Faz um tempinho que não respondo Tag, e hoje fiz questão de cumprir meu compromisso com a minha querida Natália Assis, do blog “Only Secrets Dreams”. Já disse inúmeras vezes que sou mega fã dessa garota, e fico muito feliz pela indicação. É um orgulho emprestado quando nos deparamos com jovens assim tão iluminados e cheios de vontade de aprender.

A Tag é recheada de coisas que amo – Livros! E, quero dar aqui também os créditos ao blog “A colecionadora de História” por essa brilhante criatividade.

A tag possui apenas algumas regras simples, e são:

  • Responder todas as perguntas;
  • Marque seus blogs amigos;
  • Dê crédito de criação da Tag.

 

Dado os devidos créditos e atendi a algumas das regras, porque acho que não vou conseguir cumprir a segunda.

Então, venham todos comigo nesta pesquisa pela minha pequena biblioteca particular! Let’s go!

Desafios

1) Encontre um livro com uma personagem jornalista na história.

 

Faz alguns anos que li “A última carta de Amor” de Jojo Moyes. E, não tenho lembrança de outra personagem que seja jornalista.

jojo moyes.jpg

“Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Hawort encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalha. Obcecada pela ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido – em parte por estar ela mesma envolvida com um homem casado – , Ellie começa a procurar por “B”, e nem desconfia que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas de seu próprio relacionamento”.

2) Sorria, você está sendo filmado! O que você está lendo no momento.

 

once upon a time

Estou lendo um livro compartilhando com a minha filha. Estamos lendo cada uma um capítulo para depois escrevermos nossas opiniões sobre. O livro é “Once upon a time – O despertar”, livro baseado na série televisiva de mesmo nome, do canal BBC de Londres. Na Netflix têm até a 4ª temporada.

 

3) Utilidade pública! Uma trilogia/série/saga/livro que deveria ser do conhecimento geral.

 

pollyannaAcredito que nos dias atuais, em que os valores mais básicos estão tão banalizados. Penso que todas as pessoas deveriam ler “Pollyanna” da escritora Eleanor H. Porter, uma romancista estadunidense da literatura infantojuvenil.

Pollyanna foi lançado no Brasil em 1913, e é o livro de maior sucesso desta escritora. A história é uma lição de vida e sem dúvida foi muito importante na minha infância. Sempre quis ser a garotinha Pollyanna e muitas vezes usei a brincadeira do “contente” para lidar com minhas dificuldades, tanto na infância quanto na adolescência.

Quem nunca leu esse pequeno-grande livro, com certeza, deverá lê-lo em algum dia da sua vida e irá aprender muito com uma menininha que mudou a vida de uma cidade inteira.

Resumo do “porquê” Pollyanna precisa ser lido pelo maior número de pessoas: O livro é recheado de valores que necessitam ser resgatado com certa urgência. E nos dias de hoje, muitas vezes ter determinado comportamento do bem, são ser às vezes ridicularizado. Sinto um mal-estar enorme com tamanha desumanização vista em todos os lugares. Por onde anda o amor?

4) Ritual sagrado! Cite um livro que você já releu e por quê?

 

Já reli dois recentemente (sem contar os livros que reli depois de adulta). Mas, tenho um compromisso comigo mesma de reler Persuasão e As memórias perdidas de Jane Austen. O primeiro, porque é uma das histórias que mais gosto da autora, e o segundo, porque Syrie James recria de uma forma fantástica a suposta vida que muitos especulam que Jane Austen possa ter vivido. E acho que não é nenhuma novidade pra ninguém que acompanha meu blog que sou fã de Jane Austen.

5) Batendo ponto! Um livro que você leu por obrigação, ou somente porque “estava na moda”.

 

Um livro que li por obrigação foi “O monge e o Executivo”, gostei dentro do gênero, e também li “O Feitiço das Organizações”, ambos quando fiz graduação de Administração de Empresas. Gostei da leitura, embora creia que as teria melhor aproveitado, caso pudesse ter lido num maior espaço de tempo.

6) Enrolando no Bosque! Um livro que você demorou muito pra terminar.

 

Demorei pra terminar o livro do “Universo à Jabuticabeira” do Rubem Alves, pelo simples motivo de ser crônicas e não vejo necessidade de ler numa sequência. O escritor é um exímio provocador e adoro o que ele escreve e sempre me faz refletir por longos dias.

Um livro que não consegui concluir e que ainda está na prateleira com um marcador marcando onde parei é o livro “Alexandre VI – Bórgia, o papa sinistro” do escritor alemão Volker Reinhardt.

Adoro história e acho que me frustrei um pouco com o estilo de narrativa do livro. Não sei dizer se o escritor tem mesmo este estilo ou se destruíram a narrativa com a tradução. Mas, ao invés de parecer algo histórico tem mais um aspecto de fofoca maldosa, e isso me deixou irritada e perdi o encanto pela leitura. Mas, ainda tenho planos de recomeçar. A história dos Bórgias é algo que tenho certo interesse mórbido…

7) Pega na mentira! Cite uma personagem “cara de pau”.

 

Lembrei agora de um personagem de Morte Súbita da JK. Rowling, Gavin Hughes.

Este personagem vive um relacionamento, do qual ele não quer e não consegue se livrar. Embora todos os personagens deste livro, foram delineados com uma falha no caráter, ou melhor, a JK tenta mostrar o lado feio do ser humano. E ela consegue, porque não tem um personagem que salva. O tema do livro paira entre a hipocrisia e a responsabilidade.

8) Cite um autor não tão conhecido que deveria ser homenageado.

 

Anne Fortier.gifDiria que Anne Fortier merece reconhecimento internacional. É uma escritora dinamarquesa, doutora em História das Ideias pela Universidade Aarhus. Tem uma escrita muito envolvente e uma narrativa que tem um ritmo que cativa do começo ao fim. E acima de tudo a história nos leva a uma por Viena. Vale a pena a leitura!

 Li o primeiro livro dela Julieta em 2013. E na época lembro-me de ter gostado muito da história. A escritora faz uma readaptação do clássico Romeu e Julieta e cria uma trama cheia de aventuras, mistérios, repleta de cenários e fragmentos históricos. Em 2014 lançou outro livro, The Lost Sisterwood, ainda não procurei pra saber se temos uma versão no Brasil

 

“Ó alegre pena, eis tua folha. Pronto, tinta, deixa-me começar”.

 

Trailer book de Julieta:

 

9)Profissão leitor. Um livro que você abandonou ou te decepcionou.

 

Lembro-me agora apenas do livro “Eu, Alex Cross” do James Patterson. Achei carregado de preconceitos e ai já me fez perder totalmente o interesse. Tentei ler outros livros do autor como Bruxos e Bruxas e o Dom, também não fui feliz. A série foi bastante divulgada pela editora “Novo Conceito”, mas foi outra decepção. Então, como tem tantos livros bons que estou louca pra ler e sei que vou gostar, então insistir é perder tempo.

10)Redundância. Um livro que você considera “mais do mesmo”.

 

Algo que tenho aprendido nas minhas muitas viagens literárias, é que nada se cria tudo se copia. Só que existem pessoas que conseguem transformar o que copiam em verdadeiras obras-primas. A ideia da recriação/reformulação é algo maravilhoso quando o ser humano consegue libertar à imaginação.

Mas, voltando à pergunta difícil e não gosto de falar “mal” de livros. Não sei se já disse, mas tenho todos os livros do Nicholas Sparks e hoje em dia não sinto mais vontade de ler, porque as histórias pra mim se tornaram óbvias. Sei todos os macetes do autor; tipo: se ele começa a história com um drama ou alguma situação complicada entre os personagens, então já sei que o final acabará em beijos e um bebezinho no colo. Essas cenas, atualmente, me fazem virar os olhos e dizer “Argh”. Desculpem os fãs…

Mas, talvez eu esteja um pouco mais chata do que antes.

11) Ninguém pode saber! Um livro da estante que você esconderia de tão precioso.

 

Bom, tenho a coleção da Jane Austen, essa não emprestaria nem para a pessoa que mais amo no mundo. E o outro livro que tenho um apreço gigante por ser antigo, é o Decamerão – do Boccaccio. Tenho uma versão de luxo, capa dura na cor azul marinho com letra e borda das páginas em dourado, o livro tem a minha idade, uma relíquia pra mim. Leio aos poucos, é bem grande e pesado e tem uma linguagem que já é obsoleta, então demoro pra ler tanto porque preciso de um lugar bem confortável pra ler e porque preciso de uma máxima de atenção para compreender. E paguei 10 reais num sebo, em excelente estado de conservação. Acreditam?

12) Nunca fiz isso! Um livro que você tem vergonha de ter lido.

 

Não sinto vergonha de nada que faço. Mas, tem pessoas que falam – “Nossa, você leu esse livro?”, principalmente quando sabem que li “O diário de uma submissa”. Algo que tenho em abundância é curiosidade e leio tudo que a desperta ou quero saber por algum outro motivo qualquer.

13) Coooorreeee! Um autor/livro que não leria de jeito nenhum.

 

Já disse anteriormente da minha experiência com o autor James Patterson e também não gosto de autoajuda. Não posso afirmar que isso é pra sempre. Mas, hoje não perderia tempo com este tipo de livro.

14) Atrás dela! Cite uma personagem determinada.

 

No momento citaria a Elisabeth Bennet, protagonista de “Orgulho e Preconceito” da Jane Austen. Outra personagem que adoro e tem uma determinação e um coração muito belo, é Emma Woodhouse do romance “Emma”, também uma personagem de Jane Austen.

 

15)Um autor que você perseguiria até você não aguentar mais, ou seja, leria até a lista de compras dele.

 

Dos vivos não consigo pensar em nenhum no momento. Não me apego facilmente em nada. Adoraria ter conhecido Jane Austen e me admira o trabalho de Marion Zimmer Bradley, escritora de “As Brumas de Avalon”.

Nota: ainda não fiz resenha da série As brumas de Avalon, porque faz um bom tempo que li e quero reler.

linha divisória

É isso. Não consegui fazer a tag ficar menor. Quando escrevo sobre coisas que gosto, perco a noção do espaço e do tempo.

Espero que possam gostar e fica ai a dica. Quem quiser pode responder. Não vou indicar porque é fim de ano e todo mundo está meio atolado entre os afazeres e trabalho.

E, para finalizar, uma música que estava relembrando hoje, quando ouvia a minha playlist do LIFEHOUSE, uma das minhas bandas favoritas.

Ofereço a todos que não tem tempo pra perder, então vamos viver o hoje como se fosse o último!

Hanging by a moment

 

Um grande abraço

 

Carinhosamente

Laynne Cris

Anúncios

Sobre laynnecris

Sou Elaine C. Andrade. Hoje (2017) tenho 38 anos. Sou apaixonada pela leitura e por escrever. Sou formada em Pedagogia e pretendo me especializar em Inglês, alfabetização e gestão escolar. Tenho uma fascinação por músicas e Inglês. Atualmente tenho me dedicado muito na busca da fluência e sou professora alfabetizadora em Inglês. Minha meta é passar no exame da IELTS e talvez morar fora um tempinho. A leitura é para mim um meio muito prazeroso de poder atingir locais e lugares inimagináveis, além de ser uma terapia e uma fonte de conhecimento sem fim. E quando aprendemos nos proporcionar esses momentos para entretenimento, ler torna-se uma atividade necessária para o dia a dia. Também gosto de desenhar, colorir, ouvir músicas. No entanto, faço com menos frequência (só quando surge aquela vontade enorme ou sobra um tempinho). Agora ler nunca estou sem ler algo e onde vou tenho um livro comigo. Me sinto mal se não posso ler. É uma necessidade. Embora ultimamente tenho lido mais livros técnicos e materiais em Inglês. Nasci em Suzano e atualmente moro num bairro de Mogi das Cruzes e estou aprendendo a me adaptar por aqui. Também adoro participar de comunidades de leitura no facebook e canais literários do youtube. Conhecer pessoas, descobrir novos talentos e as vezes encontramos pessoas muito maravilhosas. Enfim, sou uma mulher e profissional comprometida e apaixonada pelo que faço, amo minha minha família e amigos mais que tudo neste mundo. "Que aonde eu passar eu faço amigos e possa agregar valores e aprender também". Laynne Cris
Esse post foi publicado em TAGs e marcado , , , . Guardar link permanente.

22 respostas para TAG 10 – Senhora Senhora

  1. roccalex1 disse:

    O “jogo do contente” sempre me deixou impressionado. Quando li “Pollyanna” achei o livro bárbaro e quis ler “Poliana Moça” que infelizmente me decepcionou um pouco. Mas os valores realmente deveriam ser seguidos por todos.
    Jane Austen é uma das maiores escritoras inglesas de todos os tempos e

    Curtido por 1 pessoa

  2. roccalex1 disse:

    O “jogo do contente” sempre me deixou impressionado. Quando li “Pollyanna” achei o livro bárbaro e quis ler “Poliana Moça” que infelizmente me decepcionou um pouco. Mas os valores realmente deveriam ser seguidos por todos.
    Jane Austen é uma das maiores escritoras inglesas e fico muito feliz em ter mais uma grande amiga que admira suas obras.
    Gostei muito de conhecer mais um pouco de seus gostos literários, minha amiga querida.
    Um beijo enorme.
    Alex

    Curtido por 1 pessoa

    • laynnecris disse:

      Sim… considero um clássico da literatura infanto-juvenil. Embora nunca vi alguém que o indicasse, talvez por total desconhecimento.

      Tem muitas preciosidades que desconheço e por isso sempre que posso divulgo algo.

      Um grande abraço pra você também.

      P.S.: Já respondi aquele seu e-mail sobre o conto e ainda preciso te mandar as informações de edição do quatro por 4. Não esqueço não… Bom dia pra você!

      Curtido por 1 pessoa

  3. Silvia Souza disse:

    Muito boas suas respostas.
    “Pollyanna” era algo esquecido entre minhas memórias, mas é um livro maravilhoso para todos (em especial as meninas).
    Beijo grande!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Adorei as respostas Lay, muito obrigada por ter respondido a tag hehe. E ó céus, como o tempo está passando rápido, não é mesmo? Outro dia mesmo era dia primeiro e agora já estamos quase na metade do mês!
    Que lindo a sua iniciativa de ler junto com sua filhinha *-* eu adoro Once Upon A Time, e acho fantástica a história, gostaria muito de ver a opinião de vocês duas hehe. Também acho que Pollyana deveria ser um livro de conhecimento geral e que todos deveriam ler. Eu comprei Orgulho e Preconceito e quero ler é já rsrs, estou muito curiosa a respeito da escrita da Jane Austen :))
    Grande beijo ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • laynnecris disse:

      Obrigada, Nath… foi muito bom responder essa TAG. Tive que sentar e vasculhar algumas coisas e relembrar outras, é bacana. Tem coisas que quero reler. E, também tem coisas que li e nunca esqueci. Acho legal essa mágica da leitura.

      Quanto a leitura compartilhada com a Dani é algo que quero sim publicar, só que vamos ler devagar – porque combinei com ela de fazer um pequeno resumo e considerações de cada capítulo… Então, tenho intenções mais que ler como entretenimento. Também gosto de Once upon a time… não tanto quanto ela… mas, gosto. Amo o capitão gancho…

      Rs

      beijocas querida

      Curtido por 1 pessoa

  5. patriciacousseau disse:

    Oi Elaine,
    Me conquistou no CÉUS, hahaha Eu digo isso com muita frequência 🙂
    Sobre os livros, eu li Pollyanna ainda no colégio, com certeza foi um dos livros que já gostei na vida.

    Beijos Pati
    http://www.paticousseau.com

    Curtido por 1 pessoa

  6. Você tem um conhecimento literário bem extenso hein Laynne, que tal me fazer uma lista de indicações? E quanto maior melhor kkkkkk espero não estar pedindo muito, mas é sério, algo me diz que irei amar suas dicas 😉😍

    Curtido por 1 pessoa

    • laynnecris disse:

      Rs… Quem dera viu Gill. Ainda é pequeno o meu conhecimento. Queria poder ter lido muito mais. Posso fazer uma lista, não sei se irá gostar. Mas, pra não ficar muita coisa pra ler… Poderia ler com sua filha O mundo de Sofia, é uma história adorável, inspiradora e cheia de ensinamentos sobre a vida, sobre a história do pensamento, da filosofia, etc. Além de tudo tem um enredo tão bem construído que te cativa de começo ao fim. Diversão garantida para todas as idades.

      Adoro esse livro!

      Curtido por 1 pessoa

      • Não conheço, vou procurar, a Areta ama que eu leia pra ela, desconfio que essa a é a parte que ela mais gosta quando vem pra minha casa kkkkkkk valeu a dica, mas ainda espero uma lista kkkkkkk fora as que já anotei do post 😝

        Curtido por 1 pessoa

      • laynnecris disse:

        Esse livro é cheio de questões do tipo – Quem sou eu? De onde veio o homem? E como disse que ela é uma garota curiosa… E os personagens vivem um mistério… a menina recebe um bilhete de um professor… e passa a ter aula por correspondência. Mas, de um modo muito curioso. Acho que vão se divertir por longos dias… O livro é bem gordinho. Minha filha adorou…

        Curtido por 1 pessoa

  7. Pingback: Posts dos “Parça” 6-12/12 | Rodízio Entretenimento

Sua opinião é muito importante para mim! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s