Comentários – Cidade de Papel (John Green)

Chá da tarde com livro

Cidade de Papel

GREEN, Jonh. Cidade de Papel; Tradução Juliana Romeiro. 1. Ed. – Rio de Janeiro: Intrínseca, 2013. 368p.

Cidade de Papel foi uma experiência pela qual eu não esperava gostar da forma com que curti ler esse livro. Uma história que a princípio não promete muito. Como sei que Jonh Green escreve para adolescentes e o contexto é totalmente direcionado para esse universo então já vesti minha capa de adolescente e “voilá”.

E posso seguramente afirmar que não me arrependi e me diverti bastante. A primeira coisa que já é engraçada são os nomes dos personagens (que é até uma piada meio forçada, mas tudo bem, vai). Quem viveu a adolescência com vigor deve saber que adolescente força mesmo um pouco as coisas (rs).
Quentin é o personagem narrador, não diria principal, no meu entender o personagem principal passa a ser Walt Whitman e seu livro “Folha de Relvas” que praticamente é a essência desses personagens, em especial o Q. (Quentin) e a Margo, que não citei, mas é a amiga de Q., pela qual ele tem uma paixão desde quando criança.
Ele não deixa muito claro os motivos pelo qual a personalidade da Margo é tão excêntrica, ela é tipo uma adolescente revoltada, inconformada, mas que vive uma vida de aparências. E isso é legal porque abordam temas como: preconceito, personalidades falsas, amizade, conhecer alguém de fato, impressões erradas e muito mais. É possível e acredito que seja intencional do autor que a história provoque uma reflexão quanto ao que pensamos ou o como vemos as pessoas.

Quentin, por exemplo, descobre que gosta de uma garota que não conhece e que cada um de seus amigos tem uma versão de Margo, enquanto ela mesma ainda está lutando para se descobri e se encontrar. Ou seja, nem a própria Margo está certa de sua identidade. O que na adolescência isso é algo bem marcante: a busca pelo EU.
Uma coisa que adoro e que enriquece um livro são as inúmeras coisas que se pode agregar ao conhecimento. E Jonh Green recheia o livro com preciosidades tanto da história, da literatura, e de curiosidades culturais mesmo. Isso é muito bom! Quando termina de ler você tem um monte de coisas novas para armazenar na nossa caixa de conhecimento. E para mim a preciosidade dessa vez foi o poeta Walt Witman, que para mim é a personagem principal.
Li sobre o poeta e sua vida e se notarmos a personagem Margo tem muitas das características dele. Ela vive um intenso momento de reflexão e não aceita as condições que a vida oferece, ou seja, não quer viver uma vida imposta pela sociedade. Do tipo: ir para a faculdade para arrumar um emprego, casar, ter filhos, ter netos e blá, blá, blá, etc.
Bom, o livro tem um humor e cenas engraçadíssimas. Morri de ri em muitas partes, como por exemplo, no capítulo 7 da primeira parte. Mas, talvez nem todo mundo veja graça, mas minha imaginação é tão fértil que pude ver o Chuck sem sobrancelhas e os diálogos me fizeram chorar de rir. (E como ri viu)
A história em si tem seus pontos altos e baixos, mas está repleta de pensamentos interessantes e muito válidos para uma reflexão. Com certeza indicaria para todos os adolescentes e meu sonho é que nossos adolescentes tenham essa racionalidade, esse pensamento crítico, criativo e vivo que o JG dá aos seus personagens. Isso não é impossível! Só precisamos dar aos nossos filhos bons alimentos, bons exemplos ou simplesmente saber provocar essa curiosidade para descobrir a vida, o mundo e o outro.
Viva Jonh Green e viva a literatura de um modo geral!

P.S.: Ah, e diferente do UAI (Uma aflição Imperial de A culpa é das Estrelas – se bem que já inventaram uns fakes desse livro) o livro Folha de Relvas existe e tem traduzido no Brasil. Com certeza lerei assim que possível (minha lista de leitura está enorme).

Walt Whitman é considerado o maior poeta americano de todos os tempos, com título em algumas pesquisas de poeta da eternidade. Um grande escritor! Vale a pena conferir.

Boa Leituras

Graciosamente

Laynne Cris

Anúncios

Sobre laynnecris

Sou Elaine C. Andrade. Hoje (2017) tenho 38 anos. Sou apaixonada pela leitura e por escrever. Sou formada em Pedagogia e pretendo me especializar em Inglês, alfabetização e gestão escolar. Tenho uma fascinação por músicas e Inglês. Atualmente tenho me dedicado muito na busca da fluência e sou professora alfabetizadora em Inglês. Minha meta é passar no exame da IELTS e talvez morar fora um tempinho. A leitura é para mim um meio muito prazeroso de poder atingir locais e lugares inimagináveis, além de ser uma terapia e uma fonte de conhecimento sem fim. E quando aprendemos nos proporcionar esses momentos para entretenimento, ler torna-se uma atividade necessária para o dia a dia. Também gosto de desenhar, colorir, ouvir músicas. No entanto, faço com menos frequência (só quando surge aquela vontade enorme ou sobra um tempinho). Agora ler nunca estou sem ler algo e onde vou tenho um livro comigo. Me sinto mal se não posso ler. É uma necessidade. Embora ultimamente tenho lido mais livros técnicos e materiais em Inglês. Nasci em Suzano e atualmente moro num bairro de Mogi das Cruzes e estou aprendendo a me adaptar por aqui. Também adoro participar de comunidades de leitura no facebook e canais literários do youtube. Conhecer pessoas, descobrir novos talentos e as vezes encontramos pessoas muito maravilhosas. Enfim, sou uma mulher e profissional comprometida e apaixonada pelo que faço, amo minha minha família e amigos mais que tudo neste mundo. "Que aonde eu passar eu faço amigos e possa agregar valores e aprender também". Laynne Cris
Esse post foi publicado em Resenhas e Comentários. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Comentários – Cidade de Papel (John Green)

  1. Pingback: Homenagem ao Dia do Poeta – 20 de outubro | Meu Espaço Literário

Sua opinião é muito importante para mim! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s