Resenha – Mestre Gil de Ham

Título

Título

TOLKIEN, J.R.R. Mestre Gil de Ham. Ilustrado por Alan Lee, tradução de Waldéa Barcellos. 2ª Ed. São Paulo, SP: Editora WMF Martins Fontes, 2012.

Graças a uma mocinha de apenas 14 anos tenho recebido todos os dias comentários e mais comentários do quanto é impressionante a escrita e o mundo de fantasia e aventuras de Tolkien. Pois é, dia 10 de setembro foi o aniversário dessa pessoinha e resolvi presenteá-la com alguns livros deste tão estimado autor.

E, quando os livros chegaram, os folheei um a um (adoro cheiro de livro novo). E um deles é uma lenda bem curtinha, 102 páginas. Fiquei sem internet quase dois dias e então pensei: “Vou ler esse livro, não custa nada!” E, o li. E foi assim tão envolvente, que o li num piscar de olhos.

 Resolvi resenhá-lo para prestar uma pequena homenagem ao Tolkien, a Srta Danielly e a Srta Juliana Lima (outra também que aclama Tolkien por onde quer que vá!).

Vamos então ao livro.

Restam poucos fragmentos da história do Pequeno Reino, mas por acaso um relato de sua origem foi preservado; talvez mais uma lenda que um relato...

Restam poucos fragmentos da história do Pequeno Reino, mas por acaso um relato de sua origem foi preservado; talvez mais uma lenda que um relato… (Ilustração – Alan Lee)

A história que vou hoje lhe contar é um encanto de ler, diria que até de ouvir. Pude me imaginar como se estivesse sentada ao chão e meu finado avô ali em minha frente sentado em um velho sofá a me contar essa lenda. Quem dera em minha infância ter tido essas riquezas sem par para ouvir ou para ler. A narrativa foi criada para dar asas à imaginação e sair mesmo do chão.

p.s (não sei se é exagero meu, quem ler depois me conta)

Uma história bem humorada e com um ritmo gostoso e empolgante. Não dá vontade de parar e conforme se avança na leitura, imagens e cenas se criam diante de você e praticamente se é levado a andar pelas ruas da aldeia de Ham.

E trombei com o gigante, fiquei na espreita quando Gil sai na noite escura sob o luar acompanhado do seu “bacamarte”, ri com o cachorro Garm, morri de dó da vaquinha Galathea, adorei o bom senso e a inteligência da égua de Gil e ri um bocado com o estilo e o jeito largado de Gil e ri bastante dos diálogos entre todos os personagens, até do moleiro. Ah, não dá pra esquecer-se do grandioso e fabuloso Chrysophylax.

“Bom, Danielly. Você venceu! Vou confessar, vai! Isso sim é livro que posso dizer com todas as palavras que é muito bem escrito e de um humor muito inteligente.

PRONTO. Agora sou fã do Tolkien, já avisei que vou comprar todos os livros pra ler… Em Box de preferência! Não vai ficar com inveja depois.” (mensagem)

Bom, deixa-me contar só um pouquinho dessa história…

Mestre Gil e seu fiel cachorro Garm

Mestre Gil e seu fiel cachorro Garm (Ilustração – Alan Lee)

Esse ai da foto acima é Mestre Gil de Ham e seu fiel cachorro Garm. Gil é um pequeno fazendeiro que morava numa aldeia chamada Ham que fica no Pequeno Reino (Período obscuro da Grã-Bretanha – acredito que queira dizer que pouco documentos e escritos se tem a respeito deste período).

Seu nome completo é extremamente elegante e precisa ser relatado, pois é algo marcante na escrita de Tolkien pelo que pude perceber até aqui (as características e a personalidade dos personagens são muito bem definidas, a começar por um belo nome).

Mestre Gil com a sua bacamarte...

Mestre Gil com a sua bacamarte… (Ilustração Alan Lee)

Egidius Ahenobarbus Julius Agricola de Hammo e comumente conhecido como Mestre Gil de Ham.

Mestre Gil é um camarada que curte a vida que leva, não gosta de alvoroço e é um assumido homem lento e bastante acomodado. É totalmente alheio ao mundo exterior as suas terras e não se importa mesmo com o que acontece fora dela.

Mas, é valente e fica muito bravo se alguém mexer em suas terras ou resolver tirá-lo de seu descanso. Gil adora tomar cerveja e se ocupar o quanto pode para fugir da miséria, e ser gordo e bondoso é tudo que precisa para viver feliz.

Como disse antes, Gil tem um cachorro. O Garm. O Garm fala. Não fala o latim macarrônico, mas fala muito bem a língua do povo. E como fala esse cachorro e de vez em quando Gil lhe taca umas coisas e o manda ficar quieto ou lhe diz que vai arrancar o couro.

Mas, Garm apesar de temer o seu dono e ser o único que acredita na valentia dele, também o ama e está sempre por perto, mesmo quando é enxotado. As vezes o segue obrigado (pois Garm é muito medroso).

Gil tem uma esposa, a Sra. Agatha. Pelo que se pode perceber é a verdadeira dona da casa e manda no pedaço. Mas, pouco se fala dela, pois o Gil sem querer arruma sempre uma aventura e se tem uma coisa que ele gosta de manter é sua palavra e preservar sua reputação e sua estima.

O que Mestre Gil não esperava é o que o mundo que ele tanto ignorava estava a ponto de invadir sua simples vida e transformar seus dias nas mais incríveis aventuras que jamais imaginou viver.  Logo ele que só queria paz e sossego.

Quer saber o que acontece com Mestre Gil? Pega emprestado o livro. Garanto que não vai largá-lo… enquanto não terminar.

Nota: E para os fãs de Tolkien no final do livro tem uma versão do primeiro manuscrito desta história. Pois grande parte de suas histórias eram criadas para distrair e encantar os filhos. (Quando amo um autor leio até a lista de compras que ele escreve – rs)

Bom, e eu vou parar por aqui senão eu acabo contando toda a lenda. Mas, posso dizer seguramente que ADOREI tanto quanto adoro as lendas de Arthur, as gregas, as de Avalon, etc.

Abaixo um pequeno fragmento de uma das cenas que me divertiram muito.

Fragmento do texto original...

Fragmento do texto original…

Ótimas leituras e até a próxima.

Um grande abraço carinhoso.

Laynne Cris

Anúncios

Sobre laynnecris

Sou Elaine C. Andrade. Hoje (2017) tenho 38 anos. Sou apaixonada pela leitura e por escrever. Sou formada em Pedagogia e pretendo me especializar em Inglês, alfabetização e gestão escolar. Tenho uma fascinação por músicas e Inglês. Atualmente tenho me dedicado muito na busca da fluência e sou professora alfabetizadora em Inglês. Minha meta é passar no exame da IELTS e talvez morar fora um tempinho. A leitura é para mim um meio muito prazeroso de poder atingir locais e lugares inimagináveis, além de ser uma terapia e uma fonte de conhecimento sem fim. E quando aprendemos nos proporcionar esses momentos para entretenimento, ler torna-se uma atividade necessária para o dia a dia. Também gosto de desenhar, colorir, ouvir músicas. No entanto, faço com menos frequência (só quando surge aquela vontade enorme ou sobra um tempinho). Agora ler nunca estou sem ler algo e onde vou tenho um livro comigo. Me sinto mal se não posso ler. É uma necessidade. Embora ultimamente tenho lido mais livros técnicos e materiais em Inglês. Nasci em Suzano e atualmente moro num bairro de Mogi das Cruzes e estou aprendendo a me adaptar por aqui. Também adoro participar de comunidades de leitura no facebook e canais literários do youtube. Conhecer pessoas, descobrir novos talentos e as vezes encontramos pessoas muito maravilhosas. Enfim, sou uma mulher e profissional comprometida e apaixonada pelo que faço, amo minha minha família e amigos mais que tudo neste mundo. "Que aonde eu passar eu faço amigos e possa agregar valores e aprender também". Laynne Cris
Esse post foi publicado em Resenhas e Comentários e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Resenha – Mestre Gil de Ham

  1. Dhan Yllo disse:

    Essa dai não são as ilustrações originais, são? Mestre Gil de Ham foi o primeiro livro que eu li do Tolkien, ao contrário da maioria que começa por Senhor dos Anéis ou o Hobbit. Acontece que esse livro chegou em minhas mãos por mera obra do acaso, vasculhando livros de forma aleatória numa biblioteca, tempos mais tarde vim saber que o livro era do mesmo criador do Senhor dos Anéis. Gosto do estilo “ruralesco” na forma de contar a estória, é como você mesmo disse, parece historinhas contadas de família, quando a luz acaba. Não sou fã do Tolkien, e para falar a verdade não gosto dos outros livros dele, o que não quer dizer que eu não respeite, sei muito a importância do autor na literatura. No entanto, este livro vale muito a pena, ótimo para ler de tempos em tempos.

    Curtido por 2 pessoas

    • laynnecris disse:

      Oi, Dan… as ilustrações são dessa edição que li. Eu ainda não li outros livros dele, mas quero ler “A queda de Arthur” e “Roverandon”, que pelo que li também ssão lendas e o do Arthur é todo escrito em “Baladas” tipo como se fosse trovadorismo, achei extremamente curioso (sem falar que adoro lenda de Arthur)…
      Abraços e obrigada por ler…

      Curtir

    • laynnecris disse:

      As ilustrações são de Alan Lee, o artista que ilustra as obras de Tolkien.

      Curtir

  2. Juliana Lima disse:

    Ahhhh! Amei💜👏👏👏👏
    Já está falando como uma Tolkiete.
    Não li Mestre Gil de Ham, mas não é preciso ler para ter certeza da genialidade deste autor. Sua resenha, magnífica e encantadora como, certamente, deve ser o livro. Adorei ter citado meu nome é a Dani e novinha e já tem o melhor gosto do mundo. Gostaria de conversar com ela.
    Beijosssss💋💋💋💋💪

    Curtido por 1 pessoa

  3. Laynne, sou apaixonada por Tolkien e realmente não conhecia esse conto, fiquei entusiasmada para ler. Adorei as ilustrações. Indico que leia o Hobbit também, apesar dos filmes você vai se surpreender. Apesar das críticas eu gosto muito dos detalhes e da beleza das suas criações. Adorei sua resenha, parabéns!
    Um grande beijo

    Curtido por 1 pessoa

    • laynnecris disse:

      Minha filha é uma entusiasmada por Tolkien… eu juro que tinha meus preconceitos por achar infantil ou adolescente. Mas, como pode ter notado, mudei minha opinião… e estão sim na minha lista… (pegarei emprestado dela… rs)
      * ciumentinha… rs

      Curtido por 1 pessoa

Sua opinião é muito importante para mim! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s