Poema 12 – Quando você Aprende

Poema 12

Quando você aprende

 

Há momentos na vida

Que não devemos tentar compreender

E sim apenas viver

Pois pode ser a única chance que a vida nos dá.

 

Há anos tenho descoberto

Esses pequenos momentos

E num mundo cheio de superficialidade

Encontrei no mais inesperado encontro

A cumplicidade e aquela sensação de não estar só

E poder confiar outra vez.

 

Precisei e preciso

Todos os dias renunciar

Todos meus conceitos e preconceitos

Das verdades que me foram ensinadas

E assim aprender a aprender

A estar junto e partilhar.

 

Aprendi ouvir o que não queria

Aprendi a respeitar e compreender

Algo que não concordava

Aprendi olhar com olhos que não eram os meus

Aprendi a dar sem nem pensar em receber algo em troca

Aprendi a querer estar em um lugar

Pelo simples fato de apenas estar

Aprendi a sorrir e ficar feliz com conquistas que não eram minhas.

 

Aprendi que ponto final não é o fim

E que, enquanto desejarmos,

Continuaremos a escrever nossa história.

Aprendi a desejar e ansiar por algo para alguém

Mesmo sabendo que esse algo poderia partir meu coração.

 

Aprendi que há diversas maneiras para se tocar em alguém

Sem nem precisar tocar e que o silêncio fala mais que mil palavras

Aprendi que é preciso olhar com o coração

E que nem todas as palavras dizem o que está escrito.

Descobri que é sim possível amar, até mesmo nos momentos mais inexplicáveis

Onde você acreditava que era impossível aceitar

Aprendi que perdoar não é opção ou uma escolha que fazemos

Perdoar é um gesto que acontece

Quando o coração aprende que perde muito mais

Se guarda as mágoas e que a saudade é uma aliada a cooperar.

 

Mas, também aprendi que é preciso respeitar

O tempo da pessoa quando falhamos com ela.

Aprendi que não existe perfeições e que amar é conviver com elas

Aprendi que não tem como voltar atrás

Quando construímos laços afetivos forte com alguém.

Aprendi também que minha vida ainda é um desenho incompleto

E que os traços distorcidos e as cores que me faltam só serão

Aperfeiçoadas quando eu estiver pronta

Para dividir e permitir que outro artista me ajude a terminá-la comigo.

Aprendi que não fomos feito para ser um.

 

Aprendi também que é muito difícil livrar-se das máscaras que o mundo nos impõe

Mas, também aprendi que vale a pena deixá-las cair pelo caminho

E aprendi que de uma maneira misteriosa os caminhos se cruzam

E um dia encontramos

Alguém para prosseguir conosco pela estrada da vida

Aprendi que depois que se encontra esse alguém

É impossível desistir e deixá-lo partir.

E que certamente nunca teremos uma caminhada 

Igual a que sonhamos!

 

Aprendi que é necessário estar só as vezes para aprender estar com alguém.

 

Aprendi que viver o momento é estar presente nele

Sem se ausentar em pensamentos

Que feliz ou triste 

São esses momentos que nos ensina a viver

E que foram nesses momentos

Que aprendi amar 

 

E são momentos como este

Esse agora que vivemos!

Que me fazem olhar para dentro de mim

E agradecer por ter vencido mais um fantasma 

E por descobrir que meu maior inimigo mora dentro de mim

Ser feliz por ter a certeza que é quando eu me perco

Que encontro você!

 

Que num dia com céu limpo, ou com nuvens carregadas,

Com dias nublados e tempestuosos

Possamos sempre contar um com o outro

Pois o maior tesouro

Que a vida um dia me deu

Foi me permitir

Andar parte desse meu caminho com você!

 

“Settle down with me, And I’ll be your safety. You’ll be my lady”

 

Anúncios

Sobre laynnecris

Sou Elaine C. Andrade. Hoje (2017) tenho 38 anos. Sou apaixonada pela leitura e por escrever. Sou formada em Pedagogia e pretendo me especializar em Inglês, alfabetização e gestão escolar. Tenho uma fascinação por músicas e Inglês. Atualmente tenho me dedicado muito na busca da fluência e sou professora alfabetizadora em Inglês. Minha meta é passar no exame da IELTS e talvez morar fora um tempinho. A leitura é para mim um meio muito prazeroso de poder atingir locais e lugares inimagináveis, além de ser uma terapia e uma fonte de conhecimento sem fim. E quando aprendemos nos proporcionar esses momentos para entretenimento, ler torna-se uma atividade necessária para o dia a dia. Também gosto de desenhar, colorir, ouvir músicas. No entanto, faço com menos frequência (só quando surge aquela vontade enorme ou sobra um tempinho). Agora ler nunca estou sem ler algo e onde vou tenho um livro comigo. Me sinto mal se não posso ler. É uma necessidade. Embora ultimamente tenho lido mais livros técnicos e materiais em Inglês. Nasci em Suzano e atualmente moro num bairro de Mogi das Cruzes e estou aprendendo a me adaptar por aqui. Também adoro participar de comunidades de leitura no facebook e canais literários do youtube. Conhecer pessoas, descobrir novos talentos e as vezes encontramos pessoas muito maravilhosas. Enfim, sou uma mulher e profissional comprometida e apaixonada pelo que faço, amo minha minha família e amigos mais que tudo neste mundo. "Que aonde eu passar eu faço amigos e possa agregar valores e aprender também". Laynne Cris
Esse post foi publicado em Poemas e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

28 respostas para Poema 12 – Quando você Aprende

  1. kudza disse:

    Simplesmente excelente, gostei da maneira de pensar e de como as tuas palavras me levaram a sonhar. Óptima escolha no video.

    Continua…

    Hasta & Peace

    Kudza

    Curtido por 2 pessoas

  2. Devaneadora de Ideias disse:

    Apreciei sem moderação! *.*
    Meus Palavras, belíssimo poema 🙂
    Abraço Laynne.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Silvia Souza disse:

    Que lindo, Laynne!
    A vida é aprendizado todos os dias…
    Um beijo grande, com carinho!
    😘

    Curtido por 1 pessoa

  4. roccalex1 disse:

    Acho que sua sensibilidade casou tão bem com seu lirismo, que não há muita coisa para ser dita além de parabéns!!!
    É muito emocionante quando leio algo deste tipo, pois paro para pensar e analisar tudo a minha volta…
    Obrigado por conseguir isso de mim.
    Um grande beijo.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Lobo Invernal disse:

    muito, muito, muito… bom

    Curtido por 1 pessoa

  6. Juliana Lima disse:

    Linda Lay😊
    Principalmente a parte do aprender a perdoar, acho que é uma das lições mais difíceis.
    Super Beijo

    Curtido por 1 pessoa

  7. Que poema mais lindo Lay!! Adoro a maneira como você escreve e demonstra seus sentimentos… Simplesmente excepcional!!
    Um grande beijo ❤️

    Curtido por 1 pessoa

  8. bycarolcampos disse:

    poema lindo s2s2 hey eu te indiquei para o premio Liebster, espero que você não se encomode, seu Blog é lindo, bjs
    https://bycarolcampos.wordpress.com/2016/02/08/premio-liebster/

    Curtido por 1 pessoa

  9. Ana Ribeiro disse:

    Adorei Layne. Maravilhoso.

    R: O José Luís Peixoto esteve em Janeiro aí no Brasil a participar em actividades, é um escritor impecável 🙂

    Curtido por 1 pessoa

Sua opinião é muito importante para mim! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s