Descubra como seu filho APRENDE!

Post aula 05

Olá, Pessoal! 

Bem-vindos ao último post-aula do mês de novembro.

Uau, cada vez mais próximos do fim do ano! Tenho a impressão que os dias viajam em uma velocidade da luz e sinto-me em falta com uma porção de coisas que tenho vontade de fazer e que as vezes vão ficando pra depois.

Hoje a colaboração é da querida Dana Flowers do blog “Universo da Libélula”, uma jovem mulher super simpática e que tem buscado a cada dia mais aprender e encontrar mecanismos para melhoria de sua vida diária. E numa dessas buscas ela quis compartilhar aqui uma dessas aprendizagens.

Então, segue abaixo a super dica da Dana! 

linha divisória

Descubra como seu filho aprende

Para que a criança tenha interesse pela leitura é preciso que os pais identifiquem os gostos individuais, como roupas, carros, vídeos-games, etc., daí o legal é juntar o livro com o gosto, ou seja, o útil ao agradável. Principalmente se tiverem figuras, pois o visual é mais fácil e atrativo. Falo por mim, pois sou uma pessoa bastante visual.

Outra coisa legal é o pai ou a mãe interagir com a criança, lendo para ela, lendo junto ou ouvindo a história de maneira empolgante, pois sem ânimo a criança perderá o interesse, isso deverá ser uma tarefa divertida.  

imagem 01 P05

E se o assunto em questão for chato e não ter muito a ver com o gosto, use e abuse da criatividade.

Como disse acima, sou uma pessoa visual e falando no assunto, fiz uma pesquisa para explicar como são os modos de aprendizagem: Auditivo, visual ou cinestésico.

Todo mundo possui os três perfis de aprendizagem, mas tem um deles que prevalece. Desta forma, os pais que identificarem isso em seus filhos, os ajudaram a terem mais facilidade no processo de aprendizagem. Também a possibilidade de transformar a leitura em algo que os faça realmente felizes e interessados.  

Para algumas pessoas, basta escutar com atenção (aprendizagem auditiva); para outras, é preciso visualizar imagens (aprendizagem visual); e ainda há quem precise colocar em prática tudo aquilo que viu e ouviu (aprendizagem cinestésica).

linha divisória

Os dados abaixo são conforme o texto no site M de Mulher, em que a psicopedagoga Sirlei Bernardes, (Campinas – SP), dá dicas para pais e professores de como lidar com as dificuldades da garotada em aprender e criar um caminho saudável e divertido para uma aprendizagem assertiva.

Observação: Lembrando que ás vezes a melhor aprendizagem vêm do exemplo que os pais e professores dão.

imagem 02 P05

Auditivo: vale mais escutar

A criança se identifica muito com sons e gosta de ouvir com atenção e em silêncio o que outras pessoas estão falando. Ao processar a informação que está ouvindo, ela tende a ficar com os olhos fixos e é nítido perceber que os seus pensamentos não param.

Faça: utilize músicas didáticas, converse sobre algo que queira ensinar e leia histórias para que o seu filho aprenda um novo vocabulário, por exemplo. Também vale ditar textos para ele escrever ou colocar CDs educativos para ele ouvir e depois repetir. Em casa, leiam com a criança quais são os deveres e os direitos de cada um. Uma boa técnica é fazer o seu filho ler em voz alta o que deve ser memorizado ou conversar com os amigos sobre os conteúdos da sala de aula.

Evite: ruídos no ambiente, que atrapalham a escuta, e estímulos auditivos rápidos, que não são convertidos em aprendizado por esse perfil.

imagem 03 P05

Visual: imagem é tudo

O seu filho tem mania de observar e identificar cores, desenhos, imagens? Então ele tem memória fotográfica. Esse tipo de aluno prefere aprender lendo textos e vendo gráficos, diagramas, fórmulas…, pois lembra facilmente de situações ou informações a partir das imagens. Ele costuma recordar melhor as informações quando as lê silenciosamente.

Faça: ajude o seu filho procurando recursos visuais sobre as matérias estudadas. Estimule-o a construir imagens mentais dos conteúdos que estiver estudando ou sugira que ele desenhe o que acabou de aprender. Deixe sempre à mão livros e revistas e recomende a leitura para facilitar o aprendizado.

Evite: o exagero de estímulos visuais, pois uma grande quantidade de informações recebidas pode acabar provocando distração.

imagem 04 P05

Cinestésico: mão na massa

O importante para ele é usar a expressão corporal. O cinestésico prefere atividades práticas na hora de aprender, gosta de se mover, de tocar… Enquanto escuta uma explicação, é comum olhar para baixo, como se estivesse distraído. Gostam de esportes, danças, construções ou destruições (sim, se o seu filho desmonta brinquedos ou aparelhos para ver como funcionam; eles têm esse perfil).

Faça: sugira uma experiência relacionada ao que foi ensinado, como plantar uma semente para entender o processo de inseminação. Como a experiência motora é essencial, faça o seu filho mudar de posição quando estiver lendo (deitar na cama, sentar na cadeira ou no chão…) e indique livros com orientação de tarefas.

Evite: estímulos visuais e auditivos conflitantes, pois distraem. Se a criança se sentir “amarrada”, ficará limitada e perderá a vontade de assimilar o conteúdo ensinado.

Dísponivel em: <http://mdemulher.abril.com.br/familia/maxima/auditivo-visual-ou-cinestesico-identifique-qual-e-o-modo-de-aprendizagem-do-seu-filho>. Acesso em novembro de 2015.

linha divisória

Independente do perfil do seu filho, a palavra chave é: a leitura, seja ouvindo uma história, seja contando uma história, seja interpretando a história precisa estar adequada a maneira que melhor a criação perceba e possa assim assimilar e aprender a gostar.

Tudo fica mais divertido com imaginação… E diversão é o que toda criança precisa.

Dana Flowers

Ah, que pena! Hoje é só isso. Legal essas dicas da Dana, né? Juro que teria sido uma melhor mãe se tivesse aprendido tantas coisas acerca do desenvolvimento e como aprender quando minha filha ainda estava na primeira infância.

E, muito obrigada a todos que acompanham! Um grande abraço. Ah, e essa semana está cheia de novidades.

Uma beijoca carinhosa

Laynne Cris

Anúncios

Sobre laynnecris

Sou Elaine C. Andrade. Hoje (2017) tenho 38 anos. Sou apaixonada pela leitura e por escrever. Sou formada em Pedagogia e pretendo me especializar em Inglês, alfabetização e gestão escolar. Tenho uma fascinação por músicas e Inglês. Atualmente tenho me dedicado muito na busca da fluência e sou professora alfabetizadora em Inglês. Minha meta é passar no exame da IELTS e talvez morar fora um tempinho. A leitura é para mim um meio muito prazeroso de poder atingir locais e lugares inimagináveis, além de ser uma terapia e uma fonte de conhecimento sem fim. E quando aprendemos nos proporcionar esses momentos para entretenimento, ler torna-se uma atividade necessária para o dia a dia. Também gosto de desenhar, colorir, ouvir músicas. No entanto, faço com menos frequência (só quando surge aquela vontade enorme ou sobra um tempinho). Agora ler nunca estou sem ler algo e onde vou tenho um livro comigo. Me sinto mal se não posso ler. É uma necessidade. Embora ultimamente tenho lido mais livros técnicos e materiais em Inglês. Nasci em Suzano e atualmente moro num bairro de Mogi das Cruzes e estou aprendendo a me adaptar por aqui. Também adoro participar de comunidades de leitura no facebook e canais literários do youtube. Conhecer pessoas, descobrir novos talentos e as vezes encontramos pessoas muito maravilhosas. Enfim, sou uma mulher e profissional comprometida e apaixonada pelo que faço, amo minha minha família e amigos mais que tudo neste mundo. "Que aonde eu passar eu faço amigos e possa agregar valores e aprender também". Laynne Cris
Esse post foi publicado em Conhecimento Gerais. Bookmark o link permanente.

19 respostas para Descubra como seu filho APRENDE!

  1. danaflowers disse:

    Nossa que lindo que ficou!!! Amei….Parabéns Laynne!!!

    Curtido por 1 pessoa

    • laynnecris disse:

      Que bom que gostou! Também curti bastante as dicas e acho que é super importante esse conhecimento. Na verdade acredito que toda mãe devia receber manual de instrução em como lidar com esses pequeninos… rs

      Se bem que essas dicas são válidas para todas as idades.

      Muito obrigada por sua participação e espero que possa participar mais vezes.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Amei esse post aula Lay! Parabéns pra ti e para a Dana :))
    Eu acho que me identifico mais com a aprendizagem cinestésica, adoro fazer resumos para estudar e odeio ouvir qualquer tipo de barulho enquanto estou estudando rs. Mas também sempre lembro de uma imagem ou palavra quando vou fazer alguma prova ou algo do tipo.
    Achei tudo muito curioso!
    Grande beijo ❤

    Curtido por 2 pessoas

    • laynnecris disse:

      Oi, Nath… eu acredito que também sou muito cinestésica. Embora, quando vamos amadurecendo acho que somos capazes de nos aperfeiçoar em todos. Só que na criança em desenvolvimento insistir muito em algum ponto em que ela não curte ou tem dificuldade pode causar desanimo e irritação. Mas, hoje gosto de ouvir e aprendi a lidar com a poluição sonora e treinei bem minha concentração…

      Obrigada por sempre apreciar e por suas palavras sempre tão gentis.

      Curtido por 1 pessoa

  3. Srtabrito disse:

    Adorei Layne, depois deste post acho que posso dizer que a minha filha é cinestésico, ela sempre me pede pra ler histórias, mas não fica quieta para ouvir, sempre me interrompia querendo tomar o livro da minha mão no meio da história pra ela contar e depois me devolvia querendo que eu terminasse e ficava difícil fazer ela viajar na história e entender. criei um jogo com ele para contar história. Eu vou narrando ela repetindo e juntas vamos encenando, assim ela entende a história até decora. Depois pega o livro e fica contando para suas bonecas. é engraçado. Amei o post! Beijo.

    Curtido por 2 pessoas

  4. roccalex1 disse:

    Sempre me identifiquei muito com a aprendizagem cinestésica, assim como a Nati. Tudo para mim são resumos e lembretes. Mas não dispenso uma boa música clássica.
    Parabéns, Layne querida. Seu projeto é mais do um sucesso, já virou mania para todos nós.
    Um beijo para ti, amiga dedicada.
    Alex

    Curtido por 1 pessoa

  5. Silvia Souza disse:

    Adorei essa postagem!
    Sempre gostei de ler e de cantar para os meus filhos e sei que isso colaborou na alfabetização precoce deles e no interesse pelos livros.
    Beijo grande!

    Curtido por 2 pessoas

  6. Ótimo post e importantíssimo. Como psicopedagoga sei da importância dos pais em relação aos estudos e, principalmente, à aprendizagem. Bjs

    Curtido por 2 pessoas

  7. Louise Carneiro disse:

    Post incrível! Como mãe e incentivadora da leitura amei! Bjs

    Curtido por 2 pessoas

  8. Mais um post incrível, como pai coruja que sou, amei!
    Eu sou aquele tipo de pai que coloca a filha pra dormir e conta história antes, minha filha está começando a aprender a ler, e o visual do livro é tudo pra despertar o interesse dela, quanto mais colorido, mais ela ama, em alto relevo então, ela adora, Mas ela também depende muito do auditivo, e ela simplesmente ama que leiam junto com ela e a ajudem, mas tem que ter todo aquele truque pra despertar a curiosidade dela, fazer com que ela queira saber o que vem a seguir, até o nosso tom de voz pode ajudar nisso, eu amo o desafio de ajudá-la na leitura! Suas dicas são ótimas Laynne, e com certeza ajudarão muito!

    Tenha um lindo dia Laynne!

    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

Sua opinião é muito importante para mim! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s