VIDAS CRUZADAS – Parte 01

Vidas Cruzadas conto 1

Vidas Cruzadas
conto 1

Vidas Cruzadas

 

O rapaz permanecia sentado diante da lareira do chalé da família. Douglas era o seu nome. Vestido elegantemente bebia uma taça de vinho enquanto, à sua frente, olhava os retratos e cartões que havia espalhado pelo chão a fim de tentar um reencontro consigo e com a sua vida.

Relia e contemplava aqueles instantes ali preservados para sempre. Onde estaria agora aquele momento? Em pouco tempo sua vida parecia ter perdido totalmente o sentido e a direção.

E por quê? Por que tudo havia chegado ao ponto que estava? Isso não era fácil responder ou aceitar. Ensaiava lançar ao fogo as fotos, cartas e os cartões. Inútil. Não conseguia sequer mover as mãos para próximo da lareira para cumprir o imaginado.

Na sala a melodia de James Taylor soava baixinho, cobria o rosto com as mãos para conter o pranto que se formava ao relembrar dos momentos vividos ao som daquela melodia. Como foi que a tinha deixado ir daquele jeito?

No entanto, ali sozinho as horas corriam sem piedade. Dali a poucos instantes, no futuro bem diante de si, entraria em uma igreja para testemunhar a mulher de sua vida ser entregue no altar para outro.

Ele havia sido convidado para testemunhar o casamento de sua melhor amiga. Seria então o padrinho e não havia como ter negado o pedido. Um pedido tão inocente e emocionado. Tão sincero e tão fatal.

Agora ali estava ele sem saber para onde ir. Os pensamentos insistiam em tentar negar a realidade e distraído recostava uma das fotos no peito e ensaiava uma prece. Quem sabe pudesse acontecer um milagre?

“Hei, querido! Vamos. Senão vamos nos atrasar. Temos que chegar à igreja antes da noiva” – a mãe o olhava com ternura, conhecia o sofrimento do filho, mas não havia nada que pudesse fazer.

Sem responder, levantou-se e seguiu a mãe sem a certeza de que o milagre pudesse acontecer.

Tarde demais! – pensou.

 

By Laynne Cris

23 de set 2015

Fire and Rain – James Taylor na voz de Boyce Avenue.

Nota: Gostaria de agradecer o incentivo e a genialidade do nosso tão querido Lucas Palhão, que com seu projeto “Quarta Criativa” tem cutucado a criação de todos aqueles que se permitem soltar a imaginação.

Abraços e um bom fim de semana a todos, Laynne Cris <3!

Anúncios

Sobre laynnecris

Sou Elaine C. Andrade. Hoje (2017) tenho 38 anos. Sou apaixonada pela leitura e por escrever. Sou formada em Pedagogia e pretendo me especializar em Inglês, alfabetização e gestão escolar. Tenho uma fascinação por músicas e Inglês. Atualmente tenho me dedicado muito na busca da fluência e sou professora alfabetizadora em Inglês. Minha meta é passar no exame da IELTS e talvez morar fora um tempinho. A leitura é para mim um meio muito prazeroso de poder atingir locais e lugares inimagináveis, além de ser uma terapia e uma fonte de conhecimento sem fim. E quando aprendemos nos proporcionar esses momentos para entretenimento, ler torna-se uma atividade necessária para o dia a dia. Também gosto de desenhar, colorir, ouvir músicas. No entanto, faço com menos frequência (só quando surge aquela vontade enorme ou sobra um tempinho). Agora ler nunca estou sem ler algo e onde vou tenho um livro comigo. Me sinto mal se não posso ler. É uma necessidade. Embora ultimamente tenho lido mais livros técnicos e materiais em Inglês. Nasci em Suzano e atualmente moro num bairro de Mogi das Cruzes e estou aprendendo a me adaptar por aqui. Também adoro participar de comunidades de leitura no facebook e canais literários do youtube. Conhecer pessoas, descobrir novos talentos e as vezes encontramos pessoas muito maravilhosas. Enfim, sou uma mulher e profissional comprometida e apaixonada pelo que faço, amo minha minha família e amigos mais que tudo neste mundo. "Que aonde eu passar eu faço amigos e possa agregar valores e aprender também". Laynne Cris
Esse post foi publicado em Vidas Cruzadas e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

20 respostas para VIDAS CRUZADAS – Parte 01

  1. Silvia Souza disse:

    Também gostei muito da ideia do Lucas Palhão!
    E seu texto ficou ótimo!
    🙂

    Curtido por 3 pessoas

  2. palhao disse:

    Nossa, fico lisonjeado e muito feliz de colocar em movimento os músculos escritores de tanta gente 🙂

    Vi que você mudou um pouquinho o meio do conto!
    Muito legal!

    Parabéns pela criatividade e pela ilustração.

    Grande abraço,
    Palhão.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Nossa, amei o texto ❤️! Ficou ótimo e fluiu bem na hora de ler, você escreve muito bem :))
    Beijos 😘

    Curtido por 1 pessoa

  4. Léo Borges disse:

    Nossa Laynne, eu achei essa história bem triste e profunda e não estou dizendo isso pela sua visita ao meu blog não. Estou sendo bem sincero. Adorei… Simples, direto e profundo. Parabéns!! Seu blog já faz parte de minha parada pra leitura… Uma ótima leitura diga-se de passagem!! bjuuu!!

    Curtido por 1 pessoa

  5. Pingback: Resumo da Semana – (21/09/15 – 27/09/15) | Blog do Palhão

  6. Amiga, como tu bens sabes, sou suspeita pra falar de algo que vem de ti… Pois, eu sempre gosto de tudo o que tu escreves, né!! E este conto, não foi diferente. Fiquei simplesmente encantada por ele! Parabéns pela iniciativa de escrevê-la. Continue sempre escrevendo pra gente, nos agraciando com seus belos textos e seus belos contos.

    Parabéns pelo Blog, está cada dia mais lindo.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Pingback: Os bastidores do Meu Espaço Literário | Meu Espaço Literário

Sua opinião é muito importante para mim! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s